segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ler no ônibus descola a retina?

Só se o veículo sofrer um acidente. Mas a leitura pode levar à tontura.
Você pode ler as obras completas de Jorge Amado na Belém-Brasília que a retina vai continuar colada. Apenas corre o risco de ficar tonto.
Basicamente, essa tontura vem do fato de quem lê no ônibus está mandando duas mensagens conflitantes para o sistema nervoso. Do ponto de vista central, concentrada no texto à frente, você está parado. Mas a visão periférica capta a paisagem correndo ao seu lado e manda avisar que você está em movimento. " Isso gera uma confusão entre o cérebro e a visão que pode causar mal estar". Essa indisposição não tem nada a ver com descolamento de retina. É só fechar a cortininha da janela do ônibus que esse mal estar pode ser evitado.
Existem agravantes que podem contribuir para o descolamento ao ler no ônibus: o grau de miopia e caso severo de diabetes.
Para um olho normal, o perigo está mesmo numa trombada, ou seja numa pancada muito forte próxima aos olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário