terça-feira, 31 de agosto de 2010

Porque Ananse vive no teto? 2ª parte

- Talvez sejam os gnomos da floresta - sugeriu Ananse, diminuindo o tom de voz.
Contrariados, os filhos fizeram pouco da hipótese.
- É só um ladrão metido a espertinho. Se bolarmos um bom plano, vamos pegá-lo com a mão na massa - afirmaram.
- Façam como quiserem - foi a resposta de Ananse. - Não me incluam nas próximas tocaias. Esses gnomos podem tornar-se violentos quando provocados.
Naquela noite, os três filhos de Ananse arquitetaram um plano.
- Podemos fazer um pequeno boneco imitando um gnomo, para assustar o larápio - disse o mais velho. - muita gente tem pavor dos gnomos da floresta.
- E se essa pessoa não tiver medo de gnomos? perguntou o segundo.
- Já sei - exclamou o terceiro. - Vamos cobrir o boneco com piche bem grudento. Se o gnomo tocar nele, ficará preso.
Então, na manhã de domingo, eles se dirigiram bem cedo para a fazenda, a fim de colocar o plano em ação.
Será que o plano dará certo? Porque Ananse preferiu ficar fora do plano?

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Por que Ananse vive no teto? 1ª parte


Kweku Ananse, a aranha, era um fazendeiro dos bons. Tinha a maior propiriedade da região e cuidava dela com dedicação mcom a ajuda de seus três filhos. Bem cedinho, antes mesmo de o galo cantar, punham-se a caminho da fazenda, onde capinavam, regavam e lavravam a terra. Tornavam a casa de noite, exaustos e prontos para cair na cama.

Ocorreu que, certo ano, as chuvas se atrasaram e, quando vieram, foram escassas. Com a estiagem, a colheita foi miserável e faltou comida.

Mesmo assim, Ananse e seus filhos seguiram com o trabalho, cuidando da fazenda da melhor forma que podiam. Embora suas porções fossem menores, conseguiram alimentar o restante da família e ainda guardaram um excedente para a venda.

Então algo misterioso começou a acontecer. Toda segunda-feira de manhã percebiam que alguém havia feito uma visitinha noturna à fazenda. Não era um visitante comum. Aparentemente, ele sentava-se sem cerimônia, cozinhava ali mesmo, na fazenda, e fazia o seu banquete.

- Adoraria pegar esse ladrão - disse o filho mais velho.
- Ele deve se achar muito esperto - acrescentou o mais novo.

Ananse e seus filhos planejaram ficar de tocaia no domingo seguinte. Esperaram bastante, mas ninguém apareceu. Nas noites de vigilância, o ladrão não se aproximava da fazenda. Quando Ananse e seus filhos dormiam em casa, porém, o ladrão retomava as visitas.


Quem será o ladrão? O que Ananse e seus filhos vão fazer?
Aguarde a 2ª parte!!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

HISTÓRIAS DE ANANSE

No dia 28 de julho, fiz a seguinte pergunta:
Quem é Ananse?
Por acaso alguém ficou curioso?
Não!!!
Mas mesmo assim, vou contar um pouquinho de sua história!!

COMO CONTAR UMA HISTÓRIA?

Contar histórias não tem receita pronta. O mais importante é que o contador escolha uma história com a qual se identifique, goste, para que possa transmití-la não só com a voz, mas com os olhos, com o coração, com todo o corpo. Não existe histórias para crianças ou adultos. As histórias, os livros são feitas para leitores ou ouvintes. A forma como é lida ou contada é que faz a diferença.
Voces sabiam que os contos de fadas eram histórias para adultos?

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O que é, o que é? parte II

  1. Que mata os vivos e conserva os mortos.
  2. Que a pessoa faz primeiro antes de se levantar.
  3. Ele não tem, ela não tem, eles também não tem.
  4. Tem o rastro comprido e o pé redondo.
  5. Sobe quando a chuva desce.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O que é o que é?

Essa contribuição é da Cláudia, colaboradora da escola.
" Se você for no meu
eu não posso ir no seu
Se eu for no seu
você não pode ir no meu".

O desafio foi lançado!

O desafio foi lançado e as crianças participaram. Pesquisaram em casa com os responsáveis, adivinhações, parlendas, trava-línguas e ditos populares e trouxeram para a escola.
Vamos às contribuições!
  1. casa de ferreiro, espeto de pau
  2. em terra de cego, tem tem um olho é rei
  3. a voz do povo é a voz de Deus
  4. a união faz a força
  5. antes tarde do que nunca
  6. a palavra é prata. O silêncio é ouro.
  7. briga de marido e mulher não se mete a colher
  8. água mole em pedra dura, tanto bate até que fura
  9. conselho e café, toma quem quer
  10. a corda sempre arrebenta pelo lado mais fraco
  11. filho de peixe, peixinho é
  12. onde há fumaça, há fogo
  13. roupa suja se lava em casa
  14. não se joga pedra no telhado dos outros, porque seu telhado pode ser de vidro
  15. quem se mistura com porco, farelo come
  16. dor de barriga não dá uma vez só
  17. pimenta nos olhos dos outros é refresco

Agradeço muito a turma 1302 que contribuiu com ditos populares para o nosso blog.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Por Dentro dos Meios

A turma 1302 está colaborando comigo na realização das tarefas do curso. A pesquisa está sendo interessante e a participação da turma é muito importante para que eu os conheça melhor. Seus gostos e desejos, como utilizam a mídia nas suas vidas e, principalmente a criticidade em relação aos meios de comunicação. Vivemos num mundo midiático e não podemos deixar de incluí-los nas atividades diárias e escolares.

Sugestões de Leituras

A lista de títulos prometida dias atrás:
  1. O Veado e a Onça
  2. História de Trancoso
  3. O livro do trava-língua
  4. Cadê o docinho que estava aqui?
  5. Trava-língua, Quebra-queixo, Rema-rema, Remelexo
  6. Papa-Figo e outras lendas do Brasil
  7. Berimbau mandou te chamar
  8. O Brasil em Festa
  9. A Princesa de Bambuluá
  10. O Boi-de-Mamão
  11. As serpentes que roubaram a noite
  12. O Grande livro das adivinhações
  13. Com a pulga atrás da orelha...
  14. A mulher que falava parachoquês

FOLCLORE

Este mes estamos dando enfase às lendas, mitos, fábulas, trava línguas e parlendas.
Todos os alunos da Educação Infantil até o 3º ano já conhecem algumas através da participação nas Rodas de Leitura.
  • A Cigarra e a Formiga
  • A Lebre e a Tartaruga
  • A Galinha dos ovos de ouro
  • A lenda da Paxiúba
  • A lenda da Vitória-régia
  • O Encontro de Ratos
  • O Burro e o Cão
  • O Burro na pele de Leão
  • A Gralha e as Pombas

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Em breve

Logo, logo, farei uma lista de títulos para serem degustados!!

Aceito sugestões!

Curso

Estou participando do Curso " Por Dentro dos Meios" !!

Acredito que seja mais um instrumento para aperfeiçoar o trabalho na Sala de Leitura.

Para as tarefas do curso, escolherei uma turma para colaborar comigo!!

Aguardem!!

Fique de olho!

Os corredores da escola também servem como local para apreciarmos a leitura.
Neste mes de agosto, temos trava-lingua, parlendas, adivinhações, frases de parachoques de caminhão e muito mais vem por aí!

Já estão chegando respostas das adivinhações espalhadas pela escola e, o que é bem legal, são as contribuições das famílias com os ditos populares.

Vamos lá!! estou aguardando mais contribuições!!

Concurso!!

"Dia Mundial sem carro". Este é o tema do concurso do DENATRAN.

Vamos participar!!!

O que será isso? Dia Mundial sem carro?

De que forma podemos participar?

Algumas ideias:
  • transporte solidário
  • transporte coletivo
  • transporte alternativo
  • bicicleta
  • efeito estufa
  • poluição

sábado, 7 de agosto de 2010

MAIS NOTÍCIAS DA FLIP!!

Fiquem por dentro da FLIP!!
www.flip.org.br


Domingo, 8 de Agosto, último dia!

Homenageado do ano: GILBERTO FREYRE

Paraty está fervendo!!

Ano passado quase não saí da flipinha.

BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE SÃO PAULO

Faltam apenas poucos dias!!

De 12 a 21 de Agosto de 2010. Confira a programação no site: www.bienaldolivrosp.com.br

Pavilhão de Exposições do Anhembi!!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Mes do Folclore

Vem aí o Concurso de TRAVA LÍNGUAS!!!!
Preparem-se para enrolarem e desenrolarem a língua!!!
No hall da Sala de Leitura vocês encontrarão uma caixinha com alguns enrola a língua!
Vamos lá!

1ª Semana de aula pós recesso

Os empréstimos de livros voltaram à todo vapor. Alunos e alunas estão cada vez mais interessados na leitura, mesmo aqueles que ainda não se apropriaram inteiramente do código linguístico. Segundo as crianças, as mães e irmãos de mais idade leem para eles. Dessa forma, constatamos que a família também é leitora.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

O Computador também colabora!!

A mídia sempre vem favorecer um pouquinho mais o trabalho desenvolvido na SL.
As crianças da turma 1101 puderam assistir pequenos vídeos das fábulas que foram lidas e discutidas.

Roda de Leitura

As turmas 1101, 1102 e 1201 se apropriaram de alguns temas folclóricos:

Fábulas:

  • A Lebre e a Tartaruga
  • A Galinha dos ovos de ouro
  • A Cigarra e a Formiga

Lenda:

  • A Lenda da Paxiúba

Cantigas: do CD Roda de Cantigas do ZZ

  • Ciranda e Roda pião

Ensaiamos os passos da ciranda. Dessa forma, não só a musicalidade é desenvolvida, mas também a lateralidade, o ritmo, a harmonia, espaço -tempo e o entrosamento do grupo.

Centro de Estudos

Retornamos hoje, porém com Centro de Estudos Integral. Planejamos para agosto e setembro. Trabalharemos Folclore na Sala de Leitura nesses dois meses. Lendas, Fábulas, Adivinhações, Frases e ditos populares. Os empréstimos continuam e as Rodas de Leitura também.
Foram espalhados pelos corredores, pátio e escadas, adivinhações e frases de parachoques de caminhão, afinal, nosso folclore é riquíssimo e não podemos perder a oportunidade de resgatar a cultura popular.
No hall da Sala de Leitura foi colocada uma caixinha para que os alunos e alunas depositem as respostas das adivinhações espalhadas pela escola, assim como também uma cesta para que depositem adivinhações e ditos populares trazidos de casa. A participação da família é muito importante. Fazemos questão desse envolvimento.

domingo, 1 de agosto de 2010

Você sabia

  • Que hoje é o aniversário do Zé Zuca, Patrono da nossa Sala de Leitura?

  • Que vem aí o Prêmio COMDEDINE?

  • Que no 2º semestre, teremos a oportunidade de conhecer " Contos de Assombração"?