segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Por que Ananse vive no teto? 1ª parte


Kweku Ananse, a aranha, era um fazendeiro dos bons. Tinha a maior propiriedade da região e cuidava dela com dedicação mcom a ajuda de seus três filhos. Bem cedinho, antes mesmo de o galo cantar, punham-se a caminho da fazenda, onde capinavam, regavam e lavravam a terra. Tornavam a casa de noite, exaustos e prontos para cair na cama.

Ocorreu que, certo ano, as chuvas se atrasaram e, quando vieram, foram escassas. Com a estiagem, a colheita foi miserável e faltou comida.

Mesmo assim, Ananse e seus filhos seguiram com o trabalho, cuidando da fazenda da melhor forma que podiam. Embora suas porções fossem menores, conseguiram alimentar o restante da família e ainda guardaram um excedente para a venda.

Então algo misterioso começou a acontecer. Toda segunda-feira de manhã percebiam que alguém havia feito uma visitinha noturna à fazenda. Não era um visitante comum. Aparentemente, ele sentava-se sem cerimônia, cozinhava ali mesmo, na fazenda, e fazia o seu banquete.

- Adoraria pegar esse ladrão - disse o filho mais velho.
- Ele deve se achar muito esperto - acrescentou o mais novo.

Ananse e seus filhos planejaram ficar de tocaia no domingo seguinte. Esperaram bastante, mas ninguém apareceu. Nas noites de vigilância, o ladrão não se aproximava da fazenda. Quando Ananse e seus filhos dormiam em casa, porém, o ladrão retomava as visitas.


Quem será o ladrão? O que Ananse e seus filhos vão fazer?
Aguarde a 2ª parte!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário